sexta-feira, 10 de julho de 2015

Esse cara gravou um disco inteiro escondido em uma loja da Apple

O rapper americano Prince Harvey gravou um álbum inteiro escondido em uma loja da Apple em Nova Iorque. Ele mora no Brooklin e passou 4 meses produzindo seu disco na Apple Store do SoHo, em Manhattan.

Prince Harvey decidiu usar os computadores da Apple Store para gravar seu disco depois de o computador que tinha em casa quebrar e de seu HD ter sido roubado. Ele não tinha dinheiro para comprar equipamentos novos e queria muito gravar e lançar seu disco.

O nome do álbum, que será lançado agora em julho, é "PHATASS" - sigla para Prince Harvey At The Apple Store Soho - e também um trocadilho, porque soa como "fat ass", que significa "traseiro grande" em inglês. A primeira música do disco, "New Black", já está disponível no Soundcloud do artista e tem causado certa polêmica porque, além de ter sido gravada escondida em uma Apple Store, tem uma letra explícita ("I flow heavy like vaginas"):


"A Apple Store era minha segunda casa. Gravei o álbum inteiro lá. Muita gente começou a falar sobre isso, mas, honestamente, eu nunca pensei que seria essa polêmica toda. Eu só queria fazer música. A ideia de usar a loja da Apple foi do meu amigo Gordon depois de eu ter perdido meu computador. Mas estou grato por ter dado ouvidos a ele", disse o rapper em seu Instagram.

Os arquivos na memória dos computadores nas lojas da Apple são apagados todos os dias ao final do expediente. Mas Prince Harvey, esperto que só, encontrou uma forma de manter as gravações a salvo. Ele descobriu que, se deixasse seus arquivos dentro da lixeira, eles continuariam ali no dia seguinte, sem serem deletados. E assim, de segunda a sexta-feira, durante 16 semanas seguidas, o rapper passava o dia na Apple Store trabalhando em seu disco.

Uma curiosidade é que todas as músicas do álbum foram gravadas apenas com "sons humanos", vozes e palmas, sem nenhum som de instrumentos. O disco à capela foi pensado depois que o Prince Harvey lançou o single "No Music", em 2012, feito apenas com vocais, palmas e beatbox. Escute:


O rapper admite que ficou amigo de dois funcionários da Apple Store, que o ajudaram a terminar o disco apenas deixando-o usar os equipamentos da loja sem expulsá-lo de lá. E foi assim que Prince Harvey completou a façanha de gravar um disco inteiro usando apenas sua voz, seu corpo, um microfone e um computador emprestados.

“Eu não acho que eu sou pobre. A pobreza é uma mentalidade. Quero dizer, eu posso até estar falido, sem grana no bolso, mas nunca fui pobre. FUi rico a minha vida toda. Mas é claro que eu quero fazer dinheiro. Quero fazer turnês. Quero me apresentar para diferentes públicos. Porra, eu tocaria até na Antártida se os pinguins estivessem interessados", brinca ele.

“Eu sou apenas um criador. Quero inspirar outras pessoas a criarem. Quero mostrar que você não precisa de um monte de coisas para ser bem sucedido". Um cara sábio.

FONTES: Buzzfeed e The Daily Beast

Nenhum comentário:

Postar um comentário