quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Batucada africana no Brasil

Na sexta-feira, dia 14 de fevereiro, a bailarina, cantora e coreógrafa africana Fanta Konate vai se apresentar na choperia do Sesc Pompeia com vários convidados especiais - Fabiana Cozza, Tião Carvalho e Simone Sou. Fanta vem da Guiné-Conacri e tem uma carreira artística de mais de dez anos, tendo se apresentado no mundo todo. O show dela é sempre muito intenso e enérgico, dá vontade de sair dançando junto com ela; e a mulher faz cada passo de dança radical e incrível que parece que ela vai quebrar ao meio. Fanta é forte, linda, alia leveza, energia e vigor em cada passo e a batucada dos tambores africanos anima qualquer um. Ela é especialista em danças tradicionais e contemporâneas do Oeste Africano. Recomendo demais a apresentação dela, vale super a pena!

Olha como ela é impressionante:





Ela é filha do mestre percussionista Famoudou Konatê, trabalhou com diversos balés de Conacri e domina a cultura das aldeias Malinkês da região do Hamaná desde que nasceu. Fanta também trabalhou na ONG Médicos Sem Fronteiras, com adolescentes em situação de rua em Conakry, e em campos de refugiados nas florestas da Guiné, ensinando dança a refugiados da Serra Leoa. Fanta também é fundadora do Instituto África Viva, projeto que  promove a  integração das culturas da Guiné e do Brasil visando o desenvolvimento humano. Ela lançou em 2007 seu primeiro disco, “Djubafedeá”, com Petit Mamady Keita. Desde então, vem realizando shows e oficinas no Brasil, Japão, Polônia, Suécia, EUA, Chile, Argentina e Guiné.

Fanta sempre é acompanhada pela Troupe Djembedon, responsáveis pelo batuque. A trupe toca os djembês, famosos tambores africanos, entre outros instrumentos bacanas. A apresentação resgata a cultura e a  ancestralidade das Aldeias Malinkês nos tambores, na dança e na voz,  com uma união entre Brasil e Guiné em suas novas composições e arranjos e na participação dos três artistas brasileiros durante o show - que são grandes feras da música.

Simone Sou é uma baterista e percussionista incrível, que já tocou com Chico César e Funk Como Le Gusta; e conquistou fama internacional. Tião Carvalho é maranhense e trabalha ritmos tradicionais da região, como Bumba-meu-Boi, Tambor de Criola e Tamborinho. Já trabalhou com Hermeto Pascoal, Zeca Baleiro, Ná Ozzetti e Cássia Eller. Vive no Morro do Querosene, onde realiza festas e oficinas mostrando a cultura maranhense com o grupo "Cupuaçu". Fabiana Cozza é uma cantora paulistana, tem 17 anos de carreira e venceu o Prêmio da Música Brasileira em 2012 como a melhor cantora de samba do país. Ela já cantou com Elza Soares, João Bosco, Zimbo Trio, Francis Hime, Ivan Lins, Leci Brandão, Dona Ivone Lara, Luiz Melodia, Emicida, Rappin Hood e Quinteto em Branco e Preto.

O show também terá projeções multimídia da Guiné e do Brasil, deixando a apresentação ainda mais bonita de se ver. Os figurinos tradicionais africanos também são um espetáculo à parte. Um dos percussionistas que acompanham Fanta na Troupe Djembedon é o talentoso músico Luis Kinugawa, também responsável pela direção artística do espetáculo. Luis é marido de Fanta - eles se conheceram na África - e foi meu professor de música quando eu era criança. Ele sempre teve o sonho de ir estudar os tambores africanos in loco e me transmitiu sua paixão pela cultura africana quando eu era pequena. Olha a história deles dois contada em uma reportagem para o programa Mais Você, em 2010:



O show começa às 21h30 na choperia do SESC Pompéia (Rua Clélia, 93). Ainda tem ingressos para vender, sendo que o mais caro custa só R$ 16,00. Eu vou estar lá! Vem?

Nenhum comentário:

Postar um comentário