quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Novo disco dos Strokes: é pegadinha?

Os Strokes abalaram geral quando lançaram uma música nova chamada "One Way Trigger" há cerca de duas semanas. A canção soa o mais tecnobrega possível, evocando artistas brasileiros como Gaby Amarantos, Calypso e Djavú - e lembrando bastante o trabalho solo do vocalista dos Strokes, Julian Casablancas. Aposto que você já ouviu, mas, se não sabe do que eu tô falando...se liga:



Com essa pegada nada roqueira, que fugia radicalmente da identidade sonora da banda, a música dividiu opiniões e gerou muita polêmica. Teve até gente apostando que era uma pegadinha dos Strokes para promover seu próximo álbum. E, olha...até que faz sentido.

Dias depois, foi lançada mais uma canção da banda, "All The Time", que remete às origens com um som fiel aos dos primeiros discos dos Strokes:



O novo álbum, que será o quinto disco dos nova-iorquinos, já tem nome, data de lançamento e até duração: vai se chamar "Comedown Machine", dura exatos 37 minutos e 49 segundos e sai no dia 25 de março no Reino Unido e no dia seguinte nos EUA. Na internet, provavelmente deve vazar algumas semanas antes, como de praxe. Mas, se você quiser, pode ir encomendando uma cópia em vinil (!) por R$ 40,24.
E a capa é essa aqui:


Mas, contrariando as especulações, o tecnobrega dos Strokes não era uma pegadinha. "One Way Trigger" vai sim fazer parte do disco novo da banda, conforme anunciaram oficialmente em um comunicado por e-mail. Agora, só nos resta imaginar como vão soar os demais 30 minutos e 47 segundos do disco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário