quinta-feira, 30 de agosto de 2012

O conto do nerd e seu coração partido

O título desse post é o incrível nome de uma canção da banda Soulstripper, de Piracicaba - interior de São Paulo. A música tem uma letra genial, como todas as outras da banda, falando de forma irônica e engraçada sobre relacionamentos amorosos. E acabou de ganhar um clipe lindo:



O grupo está ficando cada vez maior e mais famoso. Estouraram mesmo no meio do ano passado, quando um outro clipe deles fez um enorme sucesso na internet e acabou chamando tanta atenção pra banda que eles foram parar na programação da MTV. "Não trocaria um sorvete de flocos por você", apesar de ainda ter uma letra muito debochada e "anti-romântica", é uma das mais fofinhas do grupo, com um instrumental acústico e suave - e ganhou um clipe à altura, mais fofinho ainda. Com mais de dois milhões de visualizações, o vídeo jogou a banda pro estrelato, com aparições na TV, em blogs e revistas, mais fãs - e ainda mais groupies no cortejo. Hoje, eles concorrem ao VMB, prêmio da MTV Brasil; e estão mais contentes do que nunca.

Isso foi ótimo e merecido porque o sucesso veio depois de muito tempo para o Soulstripper - e, ironicamente, em uma época em que a banda não ia muito bem. O trio pensava inclusive em acabar de vez, já que depois de tanto tempo de estrada não conseguiam um bom retorno, apesar de terem muitos fãs fiéis e de já terem tocado em vários lugares do Brasil. Eles chegaram a dar um tempo em mais de uma ocasião; e também tiveram outras formações pelo caminho, mas hoje seguem com os integrantes originais: Luka (guitarra solo), Bruno (guitarra e vocal) e Chico (bateria). Acompanho a banda há muitos anos e fico super feliz por eles terem finalmente conquistado o reconhecimento que merecem. Mas, honestamente, eles já foram mais cafajestes.  E sinto falta disso! A fórmula de músicas um pouco menos pesadas e mais "fofinhas" (com letras sofridas de amor não correspondido e frases românticas de efeito) deu tão certo que passou a dominar nas canções novas da banda. Ainda são excelentes e tem um instrumental incrível misturando blues e rock clássico, sim, mas não têm a mesma graça das antigas, com letras tão debochadas e absurdas que nos faziam rir  de nossos próprios problemas amorosos. Daquela fase em que o Bruninho tinha a pachorra de dizer "não te traí tanto assim, é exagero terminar". Compare as canções do disco "As garotas e todos os problemas que vêm com elas" e as músicas novas no Soundcloud da banda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário