segunda-feira, 16 de julho de 2012

3D e piriguetes

Hoje saíram dois vídeos importantes.

Jack White e as piriguetes
No terceiro clipe da sua estreia solo com o excelente álbum "Blunderbuss", lançado em abril, Jack White aparece meio cafajestão no deserto, pique Arctic Monkeys tentando ser ianques. Mas ele pode! O clipe de "Freedom at 21" é lindo, todo em preto, branco e azul, cores da identidade visual do disco solo. Aí entra um carro verde tunado, um título colorido fluorescente bem anos 80 e Jack correndo na estrada. Ele acelera demais e é parado por uma policial gostosona de moto, com roupas dignas de dançarina do Gugu. Isso sem contar a gostosona com cara de ET que sobe no capô do carro (parte non sense do clipe), as gostosonas que o Jack encontra quando vai pra prisão depois de ser parado pela policial. Um monte de groupie piriguete! Jack é agarrado, jogado na parede, tem sua roupa arrancada, foge da cadeia.  Ele também aparece tocando guitarra, todo paquitão. Jack White sensualizando. Jack White bad boy. Tudo isso sem contar que o clipe foi feito pelo Hype Williams, produtor e diretor que já trabalhou com artistas de peso do hip hop e do pop, como Beyoncé, Nick Minaj, 2Pac, Missy Elliot, Kanye West, Jay-Z, Alicia Keys e Lady Gaga. Tá, benhê? Jack White sem medo de parecer pop. Jack White sambando na cara de todo mundo, sendo mainstream com música (muito) boa. Jack White levando música "de guitarra", crua, rock'n'roll, pro Top 10 MTV. E ainda tem o Josh Homme aparecendo no final do clipe. Lindeza.




Green Day em 3D
Já o trio californiano Green Day, que se prepara para lançar uma trilogia de álbuns chamados "¡Uno!", "¡Dos!" e "¡Tré!", divulgou hoje um lyric video para a canção "Oh Love" - uma das inéditas que sai no primeiro volume da trilogia, com lançamento oficial marcado para 25/09. "Lyric video" é um negócio que está bem na moda para bandas gringas, especialmente as americanas. Não é bem o clipe da música, apenas um vídeo com a letra da canção para mais divulgações e agrado dos fãs. Funciona como um aperitivo, geralmente divulgado antes do lançamento de um single, um álbum ou mesmo o videoclipe oficial. A diferença no caso do Green Day é que a banda fez um lyric video em 3D. Sensacional! Se você usar um óculos de papelão com papel celofane azul de um lado e papel vermelho do outro, os efeitos do 3D funcionam. Assim mesmo, vendo pelo Youtube na tela do seu computador, com um 3D caseiro faça-você-mesmo. Muito legal! Em entrevista à revista Rolling Stone americana, Billy Joe Armstrong, guitarrista e vocalista da banda, disse que cada um dos 3 álbuns terá um som diferente. De acordo com ele, o "¡Uno!" vai ter uma pegada mais power pop. O "¡Dos!" soará como rock de garagem, lembrando as bandas da coletânea Nugget,  dos anos 60 (preza, hein). E o "¡Tré!", por fim, deve soar "épico". O produtor dessa presepada é Rob Cavallo, que trabalhou com o Green Day no clássico disco Dookie, de 1994 - o que mais fez sucesso na carreira da banda, com músicas como "Basket Case", "She" e "When I Come Around".


Nenhum comentário:

Postar um comentário