terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Meio cubana, meio brasileira


Para nossa sorte, moramos em um país recheado de boa música e excelentes cantoras.Depois da incrível volta da Céu, também temos disco novo da Marina de La Riva, produtora e cantora carioca que é descendente de cubanos. Ela mistura com perfeição as culturas e sons dos dois países e estreou em carreira solo em 2007, com um disco homônimo que é uma delícia.

O disco de estreia (na foto à direita) conta com a participação especial de Chico Buarque e rendeu muitos prêmios para Marina, além de convites para cantar no Grammy Latino em 2008 e da turnê Brasileira de Frank Sinatra Jr., em homenagem à Frank Sinatra. Ela também integrou o projeto 3 Na Massa, cantou com a banda Orquestra Imperial, lançou um disco e um DVD ao vivo e fez uma turnê acompanhada por orquestras antes de entrar em estúdio novamente.

Agora, Marina lança seu segundo disco, Idilio, com canções brasileiras, cubanas, espanholas e uruguaias. O álbum já está à venda e ganhou seu primeiro clipe, para a música "Voy a tatuarme", gravado em uma casa de Tango em Buenos Aires, Argentina:




Olha o tracklist de Idilio:

1. Anorado Encuentro
2. Ausencia
3. Assum Preto
4. Cancion De Las Simples Cosas
5. Como Duele Perderte
6. Y
7. Juracy
8. Estupido Cupido
9. Deixa Que Amanheça
10. Dile Que Por Mi No Tema
11. Muneca
12. Idilio
13. Voy A Tatuarme
14. Meu Lamento

Dá para ouvir mais três canções do álbum novo aqui. E a Marina já tem show marcado para o dia 24 de março (sábado), no Auditório do Ibirapuera, em São Paulo. Os ingressos ainda não estão à venda, mas não costumam passar dos R$30 (é muita lindeza esse auditório: ingresso barato, programação boa, teatro lindo, som impecável, banheiros limpos, cadeiras confortáveis, café sem preços abusivos; e dentro de um parque, ainda!). Fique de olho, deve começar a vender no início de março.

Nenhum comentário:

Postar um comentário