terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Criolo, Salvador em fúria e o preconceito

Já ouviu falar da teoria da sincronicidade? De estar tudo interligado? De meras coincidências?
Dias depois de o Criolo ter lançado um clipe novo lindo, em parceria com o bloco carnavalesco afro e soteropolitano Ilê Aiyê, a imprensa estoura com manchetes sobre a greve da PM e a onda de violência em Salvador. Seria ironicamente engraçado, se não fosse trágico. E o Carnaval já está chegando...




O vídeo é lindo, contagiante, alegre. Mostra a Salvador que a gente queria ver. Mas também esfrega na nossa cara a questão do preconceito racial. Faz pensar. E isso é ótimo. O produtor dessa parceria é Daniel Ganjaman, dono do estúdio El Rocha que já trabalhou com meio mundo de artistas - Céu, Racionais MCs, Planet Hemp, Ratos de Porão, Nação Zumbi, Sabotage e muitos outros. Ele disse que o propósito do clipe é valorizar a cultura negra - essa também é a missão do bloco Ilê Aiyê desde a sua fundação, há mais de 25 anos. Ganjaman ainda afirmou:


"Quem acha que no Brasil não existe preconceito contra os negros não pode se pronunciar publicamente sobre o assunto. Ponto."

A música do clipe, "Que Bloco É Esse?", é um dos maiores sucessos do bloco Ilê Aiyê. É de 1974 e foi escrita por Paulinho Camafeu. A parceria e o vídeo fazem parte de um projeto cultural da Petrobras, também batizado como "Que bloco é esse?", que tem o objetivo de divulgar e valorizar o carnaval baiano, reunindo blocos afros tradicionais e artistas "contemporâneos". Olha as misturas:

Criolo - Ilê Aiyê

Emicida - Malê Debalê

Nação Zumbi - Muzemza

Preta Gil - Cortejo Afro

Nenhum comentário:

Postar um comentário