segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

O lado Bá do Rio de Janeiro

COISAS BOAS DO RIO:
- Bondinho extremamente radical de Santa Teresa (experimenta ir de pé, pendurado; e olhar para baixo quando estiver passando em cima dos arcos da Lapa. Dica: não vá com mochila nas costas, em hipótese alguma!);
- Passear pelo centrão;
- Em todo lugar tem chá gelado;
- Ir nos barzinhos da Tijuca sexta à noite, onde não tem turista;
- Biscoito globo do pacote de papel (roots, só vende na praia);
- Mate com limão da praia, vendido direto de um galão de alumínio. Você compra meio litro por 3 reais ou menos, é super gelado e fresco, o melhor mate que tomei na vida. Dica de carioca da gema ishperrrto: dê um golão antes de pagar e peça o "chorinho". O cara deixa você encher o copo de novo de grátis.
- Lapa e derivados;
- Pode até fazer um dia nublado, não importa: pra todo lugar que você for, sempre vai ter uma vista linda pra ficar brisando;
- Se orientar pela cidade de acordo com a vista que você tiver do Cristo Redentor;
- Praia;
- Massagem de perua na praia;
- Tudo é perto. Dá pra ir de uma ponta da cidade a outra em uma hora;
- O táxi não é tão caro;
- Funk carioca quando te faz rir até doer o pâncreas (que nem esse: http://tinyurl.com/25enjp2)
- Cinema com entrada inteira por 10 reais!!!
- Praia;
- Em todo lugar tem ar condicionado;
- Colombo e suas gordices;
- Muita árvore, mato, floresta, planta, verde;
- A passagem de ônibus custa menos de dois reais;
- Os cariocas são falantes, generosos e simpáticos até com paulistano;
- Um monte de gringo louco em todo lugar;
- Praia;
- Livraria da Travessa;
- A rodoviária carioca é mais bonita e organizada que o aeroporto de Congonhas;
- Todos os trens do metrô tem ar condicionado e muitos ônibus também;
- Andar de havaianas todo dia, pra todo lugar, até em balada - e ninguém ousa reclamar;
- Praia.

COISAS RUINS DO RIO:
- Calor;
- Calor;
- O dialeto favelês MEDA;
- Calor 40 graus;
- Funk carioca;
- Patricinhas de Ipanema;
- Calor senegalês;
- Praia ultra lotada todo dia;
- Festas de rock caídas;
- Calor;
- Se chove, ninguém sai de casa;
- Os taxistas dirigem feito loucos;
- O que eles chamam de pizza;
- Calor dos infernos.

Sim, continua muito lindo

4 comentários:

  1. Bá, ótimo post sobre os seus dias por aqui. E vc precisa voltar pra uma festa de rock legal! Ontem mesmo eu fui em uma [organizada por um brother meu inclusive] que foi demais! Teve show dos Autoramas e era aniversário do Gabriel, foi mó festa e eles tocaram várias músicas novas. O fato de SP ter festas de rock mais legais não anula as festas legais do Rio, tem espaço pra todo mundo que fique claro! ;)bjooos sua linda!!! E quando eu for praí outra vez vou fazer o meu lado Bê tb!hahahaha, dessa vez credenciado, já que vou ser "semi-jornalistinha" Êee! \o/

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada Bê. Por TUDO, tudo mesmo, não só pelo seu comentário. Afinal de contas, sem vc não ia ter a viagem pro Rio nem todas as coisas legais que vivi aí =) Já to com saudade.
    E eu AMO autoramas! essa festa deve ter sido realmente mto boa! Mas eu sou chata nesse aspecto, nao da pra comparar a cena de vcs com a nossa! AHAHAHAHAH
    mesmo assim me comprometo a voltar, ir noutras festas de rock e mudar de opiniao. E tb a ser sua guia aqui e te levar pros nossos roles paulistas roots.
    Te amo =)

    ResponderExcluir
  3. É foda analisar as pizzas cariocas. Nos paulistanos estamos acostumados com ótimas opções. Detalhe: Eles jogam catchup na pizza. Acho isso bizarro.

    ResponderExcluir